sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

O Fim

Engoles uma reflexão e respingas:
- Eu não vou chorar. Eu não choro. 
No fundo, não queres pensar, apenas desfrutar. 
Sabes que, um dia, tudo irá acabar e é provável que a tua vida volte a deixar de fazer sentido. Por agora, está tudo bem, demasiadamente bem, melhor do que nos teus maiores sonhos. 
Temes mais do que tudo o dia do fim. A cada dia que passa, sabes que ele se aproxima e queres fugir para o passado, voltar ao primeiro dia em que te sentiste assim, ou simplesmente fazer parar todos os relógios do mundo. Sabes que há momentos que poderiam durar para sempre e que esse é um desses momentos.
Agora, no conforto das paredes do teu quarto, as lágrimas soltam-se, uma após outra. O teu tempo está a acabar, sabes que tens que dar lugar a outra pessoa. Isso dói e reconforta ao mesmo tempo. 
Pensas: Porquê eu? Porquê isto na minha vida? Será que mereci? Será que aproveitei a 100%? Terei desperdiçado alguma parte? 
Pensas: Porquê um fim? Porquê este turbilhão de emoções? Porquê estas lágrimas? Alegria, medo, saudade, tristeza, nostalgia? 
Pensas: Quero viver intensamente como se não houvesse amanhã!
Pensas: A vida é tão curta...
Pensas: Porque fiz uma pausa no relógio da vida para escrever isto? 

2 comentários:

  1. Porque todos nós precisamos, em vários momentos da nossa vida, de desabafar. De chorar. De gritar. Não te inibas disso!

    ResponderEliminar
  2. Olá! :)

    Obrigada pelo interesse que demonstraste perante o meu novo projeto. Gostei do teu blog e meti like na tua página de facebook! :)
    Para participares envia-me um email para joana.verissimo22@gmail.com, a dizer que queres que te envie as questões, e eu envio-tas o mais depressa possível.

    Muito obrigada mais uma vez. Lindo texto, já agora!

    Beijinhos

    ResponderEliminar