sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Feio dezembro


Este dezembro chegou. Algum dia haveria de chegar este dezembro do ano de 2016. Chegou, talvez mais cedo do que aquilo que eu mesma teria gostado. Ou talvez eu - que nada sou - desejasse que este dezembro nunca chegasse. E se calhar até que nenhum dezembro chegasse. É frio, eu sei. E ainda há outono aqui. Porém, é escasso em alegrias, sem o ser no seu antónimo. É que este dezembro é mais frio que os outros. Traz em si flocos de neve capazes de se entranharem no meu corpo e gelarem cada osso com que me construo e me faço gente. Este dezembro é frio e isento de qualquer pedaço de poesia. Este dezembro é o mês que eu não quero no meu calendário, é a minha menos querida forma de terminar um ano guloso. Este dezembro chegou, ainda agora, e eu - que nada sou, eu sei - só clamo que se vá o mais depressa possível. E acrescento até um "por favor".

Sem comentários:

Enviar um comentário